Só para as mulheres Invista centavos de tempo num projeto

abril 26, 2017


Se você está pensando em empreender e não tem filhos, não é casada e ainda vive na casa dos seus pais, só o que posso te dizer é: APROVEITE! 

NÃO se case, PERMANEÇA o quanto puder morando com os seus pais, economize e, pelo o amor de Deus, NÃO TENHA FILHOS!!
Não importa se você já passou dos trinta e cinco, nada do que te disserem a respeito de ter uma família, de ser a dona da casa, aquela que vai 'escolher' todos os dias o futuro de outras pessoas (inclusive a do marido), nenhuma palavra pode mensurar o grau de responsabilidade e dificuldade que isso representa. Sim, as coisas para as pessoas solteiras e sem filhos são mais fáceis! Você pode até ficar brava comigo por isso, mas tudo é mais fácil para os solteiros e sem filhos sim. Se você acha que a sua situação é complicadíssima, experimenta ter a mesma vida, mas cuidando de pequenas pessoinhas que precisam de você e de uma pessoa adulta que não fará nada sem que você diga se está certo ou errado. A situação fica muito pior.

A maternidade assim como o casamento são coisas maravilhosas, eu não estou dizendo que não, mas ambas exigem 150% de esforço diário, você sempre estará em um dilema: cuidar de si ou dos outros? Acredite, na maioria das vezes você vai escolher cuidar dos outros.

E o que o empreendedorismo tem a ver com isso?
Se você quer ter sucesso em seu trabalho, se você está disposta a trabalhar duro para alcançar o seu objetivo, então você terá que se dedicar 100% ao seu projeto, mas como investir 100% se você já comprometeu 150% do seu esforço? Só sendo a Mulher Maravilha!

A verdade é que Deus, nosso Pai Todo-Poderoso, concedeu para nós mulheres um mistério: de onde tiramos tanta força para dar conta de tudo?

Imagem: Blog Minhas Dikas

Por experiência.
Durante a gravidez eu tive insônia, dormia cerca de 3 horas durante o dia e 1 hora pela manhã. Quando o Miguel nasceu eu passei a dormir 10 minutos (acordava), 30 minutos (acordava), 60 minutos (acordava), eu dormia só quando ele dormia. Hoje, ele já está com dois anos e já dorme a noite toda, mas eu sou dessas mães que levanta no meio da noite pra ver se o filho está respirando, sou daquelas que abre mão do sono para trabalhar, mas que não dispensa um dia inteiro com a cria. Ou seja, a três anos que eu não sei o que é ter uma noite sequer de sono que seja INTEIRA e sem interrupções. 

Vou dar um exemplo bem recente: ontem, meu filho achou de acordar as três da manhã para brincar comigo e com o pai, pulou na nossa cama pra brincar de contar números, andar de cavalinho, jogar bola etc, lá pelas seis ele voltou a dormir. Meu marido e eu levantamos as sete da manhã para trabalhar. 
Hoje eles foram dormir no horário e eu, aproveitei para trabalhar, sim, tive que sacrificar meu sono. Ao todo, são vinte e quatro horas acordada, mas terei umas duas horas para dormir essa noite, se tudo correr bem. 

Quando solteira sempre fui muito dorminhoca, preferia dormir a comer, dormir a correr, dormir a brigar, simplesmente dormir, mas depois que meu filho nasceu, eu já não vejo prazer nenhum nessa atividade! kkkk

"Dormir pra quê se logo vou ser acordada?"

A verdade é que vale muito a pena ficar com ele durante o dia e cuidar de mim a noite, mas isso comprometeu demais meus planos, qualquer coisa que eu faça, sempre terá menos de 100% da minha atenção, já que minha família exige 210%.

Eu escolhi assim, escolhi colocar meus queridos acima das outras coisas, porém se você tem a opção de não ser, não ter, não fazer, então fique como está e dedique a sua vida a ajudar o próximo que não tem auxílio (outra coisa que eu adoraria fazer mais vezes). Dedique-se a sua fé, aos seus pais, a você mesma e só depois abra-se a alguém que vai exigir muito de você.

Mesmo que os nossos maridos não queiram, o nosso amor exige com que nos dediquemos a eles. Fomos criadas assim, para isso, esse é o nosso legado, sermos auxiliadoras natas.

Mas se você já está como eu, abençoada por uma família, então não desista de si mesma. Mesmo que não aja tempo, nem forças, nem nada, faça um pouquinho por si sempre que puder, invista os centavos do seu esforço ao seu projeto e colha, mesmo que pouco, todos os dias. Faça isso por você, porque você merece!



Ellen Camargo

Acho que você também vai gostar de ler estes:

3 comentários

  1. Oi, Ellen! Esse texto caiu como uma luva em mim. Agora com filhos crescidos, já estou tão desacostumada a ter um tempo para cuidar de mim, que agora mesmo para simplesmente dar esse comentário, já estou me sentindo culpada, porque é um tempo meu...afinal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk... é por um bom motivo. Obrigada pela sua visita e pelo seu tempo. Um beijão!

      Excluir
  2. Que POST maravilhoso. ... 💞💞💞💞 Falou muito comigo...

    ResponderExcluir

Aeh! Vai sair sem comentar? Que feeeio! Faz uma pergunta ou deixa um recadinho aqui pra gente. Depois, dá uma voltinha pelo blog, tem uma par de coisas legais pra você ler e assistir. Beijos na bochecha.

Copyrigth @2017

É um site sobre variedades. Criado em 2013 por Ellen Luz.
Aqui você vai encontrar informações sobre negócios, finanças, cotidiano, maternidade e tecnologia. Além de experiências reais de empreendedores, mães e a minha, é claro.