Saúde mental, o que é e como manter - Blog de empreendedorismo materno | Valor Em Casa

29 de julho de 2016

Saúde mental, o que é e como manter


Saúde mental é um termo utilizado para indicar que uma pessoa não apresenta nenhuma doença psicológica e/ou cognitiva que afeta a sua qualidade de vida.
Uma saúde mental depende de vários outros fatores como o controle dos fatores internos e externos que cercam a vida de uma pessoa. Esses fatores, também estão intimamente a outros fatores emocionais e até mesmo a autoestima de um individuo.

Hoje esse assunto esta em alta e anda sendo bastante debatido, principalmente por muitas pessoas acreditarem que tem alguma doença psicológica apenas por que se sentem tristes ou por terem lido os sintomas de alguma doença psicológica na internet. Estamos na era em que “todo mundo tem alguma coisa”, e meninas, não é bem assim que funciona.

Como manter a sua saúde mental
A sua saúde mental normalmente permanece bem por conta própria. Mas é claro que podemos fazer algumas coisas que vão fazer você se sentir melhor e se sentir mais “fortalecida” emocionalmente e mentalmente em relação ao mundo.
Uma das primeiras atitudes a se tomar é entender que o mundo é feito de altos e baixos. Nós vamos nos sentir bem em alguns momentos e triste em outros, e isso tem uma infinidade de motivos.
Vai haver por exemplos dias que nós vamos acordar sem vontade de fazer nada, e outros dias que vamos estar a “todo vapor”. E como somos mulheres um dos motivos para essa mudança de estado emocional podem ser as variações hormonais que acontecem com a gente, ou por qualquer outra razão, resumindo – isso é perfeitamente normal.


Uma segunda atitude é amar a si mesma e se aceitar perfeitamente, do jeito que você é. A razão para isso é que no mundo em que vivemos atualmente tudo se encontra em extrema mudança e existem muitos padrões que são extremamente difíceis de serem atingidos – um desses padrões difíceis de ser atingido é o atual padrão de beleza.

Quando começamos a olhar para o mundo e começamos a nos comparar com tudo que está a nossa volta, podemos entrar num jogo em que nós começamos a nos sentir que não somos o suficiente ou que não conseguiremos ser daquele determinado jeito ou ter aquela determinada qualidade.

Na verdade, é importante entender que no mundo real as qualidades são naturais (embora algumas possam ser desenvolvidas) e boa parte do que assistimos e vemos meninas, são “modelos fabricadas” em algum lugar para vender algum produto ou serviço – o que apresenta a falta de “realidade” dessas supostas apresentações que nos são feitas.

A única comparação que você deve fazer é a comparação com seus objetivos e com o seu bem estar. Mova-se sempre na direção daquilo que te faz feliz, e deixe a comparação para aquelas outras pessoas – inclusive uma comparação excessiva pode fazer sua auto-estima e sua auto-imagem ir por água abaixo.

Uma terceira atitude é se cercar de material que vá te fazer bem e adicionar positividade na sua vida. A saúde mental está intimamente ligada com aquilo que “digerimos” de informação Hoje em dia não é raro observar que existem muitas pessoas que começam a desenvolver um quadro de ansiedade apenas por assistirem jornais televisivos. Isso se da por que constantemente a pessoa se cerca de um material altamente estressante e que freqüentemente te coloca em um estado de medo. Apesar de o mundo não ser mil maravilhas, é importante ressaltar que existe uma realidade muito melhor que a passada na televisão – até por que muitas das vezes essas notícias são passadas apenas para dar audiência.

Outras considerações
Essas três atitudes são um começo para que você se fortaleça diante de um mundo que constantemente nos coloca em dúvida e que também sempre coloca nossa saúde emocional em “cheque”.
Como dito anteriormente uma saúde emocional depende do seu controle de fatores internos e externos, e essas atitudes visam você a aprender a melhorar um pouco o controle de ambos esses fatores.

Muitas das vezes passamos até mesmo a julgar o nosso estado emocional atual já acreditando ser algum tipo de patologia, e assim já queremos resolver o nosso mal estar com alguns remédios perigosos (como sertralina) para dar fim a toda angústia que passamos.
Um importante aprendizado é que todas as fases da nossa vida, sejam elas boas ou ruins, fazem parte da construção de uma saúde mental. Todos esses revezes da vida é o que faz nossa saúde mental ganhar uma blindagem emocional mais forte com o conhecimento que adquirimos.

Sem “altos e baixos” meninas, somos apenas robôs.

Bom, pessoal, por hoje é só! Espero ter ajudado e até a próxima ;)



Ein, psiu! Não esquece de deixar um comentário bem bonitinho pra incentivar a blogueira a fazer um próximo post beeemm legal como esse!

4 comentários:

  1. Acho que o melhor remédio é o tempo, boas companhias e fazer coisas que te deixam bem, por exemplo, acordar vestir aquele look, se maquiar e fazer um penteado lindo somente para ficar se olhando no espelho ou para ir no mercado, isso me ajuda em meus dias "depressivos".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina do céu, disse tudo! Super concordo. Beijão

      Excluir
  2. Atividade física e meditação! Esse é o segredo para manter a saúde mental.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida Rafa, valeu pela dica! Beijos

      Excluir

Aeh! Vai sair sem comentar? Que feeeio! Faz uma pergunta ou deixa um recadinho aqui pra gente. Depois, dá uma voltinha pelo blog, tem uma par de coisas legais pra você ler e assistir. Beijos na bochecha.