O mundo da moda e o bom senso na vitrine - Blog de empreendedorismo materno | Valor Em Casa

15 de março de 2014

O mundo da moda e o bom senso na vitrine


 Antes de mais nada, quero compartilhar com vocês o que penso sobre moda e as grandes grifes. Quando falamos dos desfiles das mega marcas, não estamos induzindo-a a comprá-las. De forma alguma! É que elas ditam o que será usável no futuro, a idéia da roupa que você estará comprando daqui um mês, saiu de algum grande desfile. Portanto, é legal conferir o que as pessoas estão usando, e é até divertido!


Eu gosto de acompanhar desfiles e tendências para formar a minha própria opinião sobre o assunto. E para que, quando eu estiver dentro de uma loja de roupas, eu tenha a absoluta certeza do que comprar e do que fica bom em mim. E quero que você faça o mesmo.
Sabe aquele "meu Deus, como ficou ótimo em você!" ou "se você não comprar, eu compro!" que as vendedoras costumam falar para as desavisadas? Pois bem, evite isso! Veja a moda como uma vitrine, pois é isso o que ela é. 

O motivo pelo qual as modelos tem sempre o mesmo biotipo é para que a roupa apareça, para que seja mais fácil imaginá-la em qualquer outro corpo. 
Portanto, quando você assiste um desfile, você vê as roupas e não as pessoas que as estão vestindo. É como se fossem cabides com pernas, no melhor sentido da palavra, é claro!
O que eu quero dizer, minha flor, é que esse negócio de moda, tendência, estação, nada disso é besteira. Sabe porquê? Porque é necessário que as pessoas tenham uma noção, ao menos básica do que vestir em cada ambiente. 
Quando você vai trabalhar, você vai de biquíni e robe? Claro que não! Você sabe que o seu trabalho exige formalidade, por mais descolado que ele possa ser, ao menos decência é importante. A aparência é importante! É obvio que o interior conta mais, porém talvez você não tenha chance de expor seu interior se a sua aparência for horrorosa ou desconecta com o ambiente em que está. 
O ser humano foi feito assim, para "julgar o livro pela capa". E não adianta dizer que não, essa é a mais dura realidade!
Não estou dizendo pra você viver em saltos plataformas e cheia de acessórios baphonicos. Se você gosta de jeans, camiseta e tênis, ótimo! Mas use isso o mais perto da realidade possível, para evitar que você pareça uma louca desleixada... brincadeira. 

Então minha gata, esse é o meu recado para quem dá "um beijinho no ombro" para a moda. Se liga, você ainda pode precisar muito dela! Bye








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aeh! Vai sair sem comentar? Que feeeio! Faz uma pergunta ou deixa um recadinho aqui pra gente. Depois, dá uma voltinha pelo blog, tem uma par de coisas legais pra você ler e assistir. Beijos na bochecha.