Feliz dia internacional das mulheres

março 08, 2014

Foto: http://rbssdb.blogs.sapo.pt/120656.html
Olá girls! Hoje foi um dia muito especial para todas nós, que merecemos ser lembradas todos os dias, pois somos seres essenciais para o universo.
Infelizmente, este dia foi estipulado por um fato trágico, mas de grande importância para nos tornarmos o que somos hoje, "a grande potência mundial".
Mesmo sendo em menor quantidade (segundo a pesquisa da ONU revelada hoje, veja aqui), mesmo ganhando menos do que os homens (segundo a reportagem do G1 em 2012, veja aqui), mesmo tendo responsabilidades múltiplas, conseguimos progredir e superar barreiras impostas pelos homens, pela maternidade e pelo preconceito. Conseguimos provar que somos mais fortes do que imaginávamos, damos conta do bem e do mal, da costura e da parede a ser rebocada, da janta e da segurança nacional. Somos mulheres, inspiração para os homens, força para os filhos e sabedoria para os netos. E a perdição para os mal intencionados. 
Tenho orgulho de ser quem sou e não me vejo de outra maneira. Sei que vocês também, por isso as parabenizo por este dia em que a nossa força é lembrada, que os nossos objetivos são alcançados e que as nossas irmãs que iniciaram a nossa luta sejam exaltadas. 


Existem vários fatos que incentivaram este dia como sendo o Dia Internacional das Mulheres, mas o mais conhecido e não comprovado seria que no Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.
A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.
Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).
Ao ser criada esta data, não se pretendia apenas comemorar. Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões cujo objetivo é discutir o papel da mulher na sociedade atual. O esforço é para tentar diminuir e, quem sabe um dia terminar, com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, ainda sofremos com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, mas ainda há muito para ser modificado nesta história. (matéria do site Sua Pesquisa.Com) 
Porém precisamos comemorar nossas vitórias. Você ainda tem muito a conquistar, não importa sua idade. Lute pelo bem daqueles que são seus e reconheça que sem você a vida deles poderia ser bem diferente, então faça o seu melhor, sem esquecer-se, pois você é a coluna da sua família e se você não estiver bem, nada estará.
Parabéns mulher! Um super beijo. 






Acho que você também vai gostar de ler estes:

1 comentários

  1. Olá Ellen.
    Obrigada por passar e seguir o meu blog.
    Adorava seguir o seu, mas não consigo ver a aplicação, dá erro.
    Vou voltar mais tarde a ver se já está bom e te seguir.
    Beijinhos e boa semana

    ResponderExcluir

Aeh! Vai sair sem comentar? Que feeeio! Faz uma pergunta ou deixa um recadinho aqui pra gente. Depois, dá uma voltinha pelo blog, tem uma par de coisas legais pra você ler e assistir. Beijos na bochecha.

Copyrigth @2017

É um site sobre variedades. Criado em 2013 por Ellen Luz.
Aqui você vai encontrar informações sobre negócios, finanças, cotidiano, maternidade e tecnologia. Além de experiências reais de empreendedores, mães e a minha, é claro.